Luefe Khayari

About the Author Luefe Khayari


Cronicando

O Lenço Laranja

Era uma manhã qualquer de um dia de Fevereiro, algures na década de 2000. Dei por mim estafado na paragem dos congoleses, inerte, como se alguma coisa tivesse me hipnotizado. Depois de ter aguentado as três horas habituais de engarrafamento, no percurso Vila de Viana – Congoleses, com a linha encurtada entre o mercado da Estalagem à paragem do Grafanil, do Grafanil à BCA ou à FTU ou, como nos dias sem chuva, até à estátua do Motorista, ali estava eu, completamente sorumbático com sabe-se lá o quê. Talvez fosse a raiva de ter aguentado tanto tempo arrumado no candongueiro, com cinco pessoas num banco de três, e saber que ainda tinha que enveredar numa outra luta, feito um lutador de luta livre, para poder apanhar outro candongueiro e chegar no salo a horas

Read more 0 Comments
Cronicando

AS LENGALENGAS DOS SUBSTANTIVOS DE FIM DE ANO

“Paz, amor, saúde, dinheiro e todos aqueles mambos habituais ditos a outrem nessa altura do ano, pelo ano que se avizinha”. Dispara isso e, quanto ao quesito de “felicitações de final de ano”, está conversado. Na verdade, pouco importa os vários substantivos que venhas a dizer, pois são os mesmos que quase todo o mundo diz sem qualquer sentimento e, portanto, sem significado algum. Então, para quê os dizer?

Read more 0 Comments